Toronto, um dos melhores destinos ‘gay-friendly’ do mundo

Chamar Toronto de cidade global não é nenhum exagero. A capital da província de Ontário é a mais populosa do Canadá, com quase 3 milhões de habitantes, e a quarta da América do Norte. Com localização privilegiada, Toronto fica entre Montreal e as americanas Chicago e Nova Iorque. A diversidade, quase 50% da população com origem estrangeira, é um dos símbolos locais. A prefeitura registrou 130 línguas diferentes faladas na Grande Toronto.  Centro financeiro do país,  também é conhecida por ser uma cidade gay-friendly e livre de preconceitos.

Em 2003, a província de Ontário foi a primeira jurisdição da América do Norte a legalizar o casamento gay. Próximo ao centro da cidade, existe o Toronto’s Gay Village, um bairro LGBT com centenas de bares, restaurantes, boates, livrarias, lojas e boutiques de alto luxo. “Escolhi Toronto para minhas férias justamente por causa dessa liberdade. No Rio de Janeiro, eu sofri um constrangimento em um bar na Barra da Tijuca por estar com meu companheiro. Aqui posso amar sem medo”, explicou João Werner, economista carioca de 37 anos.

Bumpkins Restaurant & Lounge

Um dos lugares que João conheceu foi o Bumpkins Restaurant & Lounge, restaurante especializado em frutos do mar que surgiu em 1971 na Gloucester Street 21. O Bumpkins é famoso por ter sido um dos primeiros locais do Canadá a aceitar festas de casais homossexuais. É aconselhável fazer reserva. Já se você está atrás de muita animação, vá ao Woody’s, bar com DJ e com fama de ter os mais belos clientes e garçons do Village.

Outro point LGBT é o The Black Eagle, na Church Street 457, com muita música eletrônica e paquera. Para mulheres, tem o Club 120, com as famosas T-GirlParties na Church Street 120.

Agora, se você gosta de teatro, a dica é aproveitar e tentar conferir um dos espetáculos do Buddies in Bad Times Theatre, uma companhia que  discute normas de cunho sexual e cultural, apoiando artistas e trabalhos que reflitam esses valores.

Toronto organiza no mês de junho a Pride Week, uma semana dedicada ao combate ao preconceito sexual, que termina sempre com uma parada gay. No ano passado, reuniu mais de 1 milhão de pessoas, entre elas ninguém menos que o primeiro-ministro do Canadá, Justin Trudeau.  Além de participar, você também pode ajudar. As inscrições para voluntários de qualquer parte do mundo estão abertas. A família Trudeau é muito ligada à luta por direitos humanos no Canadá. Pierre Trudeau, pai de Justin, afirmou em 1967, quando era ministro da Justiça, que o quarto se trata de um local privado e o Estado não deveria interferir. Pierre, que se tornou primeiro-ministro anos depois, é um dos símbolos da luta contra o preconceito sexual em todo o mundo.

Volto em breve com mais dicas de cultura e turismo aqui do Canadá!

Rosane Rodrigues — Jornalista
E-mail: editorial@riofiqueligado.com.br
Instagram: @rosanerodriguesbrasil