Count

Parkinson e a acupuntura

tratamento-parkinson

A Doença de Parkinson, segundo a medicina ocidental, é causada por uma alteração dos gânglios da base com diminuição da dopamina (neurotransmissor responsável pelo controle dos movimentos voluntários) e aumento da acetilcolina (neurotransmissor responsável pelo controle dos músculos esqueléticos), o que acaba por gerar sinais — tais como o tremor (característica mais marcante da doença), rigidez e nos casos mais avançados, a face inexpressiva, pequenos passos e movimentos em blocos — em que o paciente perde a capacidade de movimentos para os quais sejam exigidas as dissociações das cinturas escapular e pélvica (ombros e quadris, respectivamente). A perda desses movimentos pode causar certas inconveniências nas atividades da vida diárias das pessoas que são portadores dessas doenças, desde as limitações simples, como vestir uma camisa, até as mais sérias, como a dificuldade de locomoção. Para todo esse panorama, podem ser citados possíveis quadros de irritabilidade, perda de memória e depressão.

A medicina tradicional chinesa enxerga a doença sob um prisma totalmente diferente, em que a doença de Parkinson é causada por uma má nutrição de fluidos e Xue (sangue) nos meridianos, causando o que é chamado de “vento no fígado”. O quadro é desencadeado por três fatores eparkinson2tiológicos distintos: o excesso de trabalho e de atividade sexual, a alimentação inadequada e o estresse emocional. A explicação sobre esses fatores é bastante simples. O primeiro (excesso de trabalho adequadamente, depaupera o yin do rim, o qual não nutre o yin do fígado (entende-se sangue), que não nutrirá os tendões, causando os tremores. O segundo (alimentação inadequada) gira em torno da ingestão excessiva de alimentos doces e/ou ricos em gorduras, que, em um curto espaço de tempo, acaba se juntando ao fogo, principalmente se ingeridos com alimentos que agridam o fígado, a exemplo das bebidas alcoólicas, que acabam por gerar vento. Essa mesma mucosidade obstrui os meridianos, impedindo o perfeito fluxo de Qi e Xue, dando início aos tremores. O terceiro e último (estresse emocional), é causado por sentimentos extremamente negativos, como a raiva, a frustração e o ressentimento, que agridem e fazem ascender o yang do fígado.

A acupuntura trabalhará no paciente, principalmente no intuito de eliminar o vento gerado pelo fígado e na facilitação da circulação do Qi e do sangue nos meridianos. Dessa forma, os tendões serão bem nutridos, o que faz com que o quadro de tremores diminua consideravelmente, obtendo-se, então, uma melhor qualidade de vida para o paciente.


André Jaña
— Fisioterapeuta com pós-graduadação em Acupuntura e formação em Quiropraxia e Shiatsu. É diretor da clínica Long Life Fisioterapia e Acupuntura, é, entre outros, coordenador do curso de pós-graduação em Acupuntura da Universidade Castelo Branco e coordenador do departamento de Acupuntura da Associação dos Fisioterapeutas do Estado do Rio de Janeiro.
E-mail: editorial@riofiqueligado.com.br