Os trenós com cachorros do Canadá

A jornalista Rosane Rodrigues, radicada no Canadá, em seu primeiro contato com o ‘dog sledding’. Imagem: autoral.

O inverno canadense tem temperaturas que podem atingir -50ºC em alguns lugares. Mesmo com o frio intenso, o inverno é a estação preferida de muitos canadenses e dos turistas que visitam o país, por causa dos esportes e das atividades na neve. Ao lado das opções tradicionais ‒ como esquiar e patinar no gelo ‒ o dog sledding é uma das atrações da temporada, que vai até o fim de março e início de abril.

O dog sledding, em francês traîneau à chiens, é uma mistura de esporte e diversão. No passado, os trenós com os cachorros eram usados como meio de transporte e faziam parte do dia a dia das aldeias indígenas e dos esquimós. Sem estradas, metrô ou avião, o dog sledding era a maneira mais fácil de cruzar o imenso território do Canadá, o segundo maior país do mundo. O uso do trenó foi essencial para o desenvolvimento econômico do país e muito usado por comerciantes.

 Imagem / Fonte: Kinadapt.

Na atualidade, o trenó com cachorros é uma fonte de turismo de aventura no inverno. De Norte a Sul, não faltam opções para quem quer aproveitar o inverno e se divertir com os lindos huskies canadenses. O território de Yukon, na fronteira norte-americana do Alasca,  tem a Yukon Quest, uma maratona que atrai gente do mundo todo. São 10 dias correndo com os cachorros por montanhas, rios, lugares remotos e a natureza selvagem. Não é para principiantes, só profissionais experientes  ‒ como os mushers, homens e mulheres que puxam os trenós ‒ conseguem percorrer os mais de 1.600 quilômetros.

Se sua ideia é só diversão e conhecer este hábito dos canadenses, o Winterdance, em Ontário, que fica a aproximadamente a três horas de Toronto, tem passeios com preços a partir de 145 CAD (dólares canadenes) por pessoa e aceita crianças com mais de 2 anos.

Também na provícia de Ontário, a região de Muskoka concentra diversas opções, a exemplo do North Ridge Ranch e do Wilderness Adventures. Consulte aqui o site do Discovery Muskoka para mais informações.

Já o Kinadapt ‒ uma fazenda e um centro de treinamento, localizado em Rawdon, a cerca de uma hora do centro de Montreal ‒ é a opção para quem visita a província do Quebec. As irmãs paulistas Eliete e Franceli Correa decidiram fazer o dog sledding em uma viagem de férias ao Canadá. “Escolhemos fazer o trenó com os cachorros por ser diferente. É uma maneira de fazer o que os canadenses curtem no inverno e conhecer, ao mesmo tempo, a cultura local. É a nossa primeira vez em Montreal”, explica Franceli Correa.

As irmãs paulistas Eliete e Franceli Correa fizeram o dog sledding em sua estada no Canadá.  Imagem: © Rosane Rodrigues.

Um trenó tradicional pode ter de seis a oito huskies. O condutor, o musher, vai na parte de trás. Os huskies são cães que se assemelham aos lobos e a maioria tem olhos azuis. São cachorros típicos das regiões polares e dos países do Norte, como Sibéria, Islândia, Alasca, Rússia e Canadá. Correr faz parte das atividades, porque são cachorros com muita energia, que gostam de andar em bando. A corrida na neve é a diversão da matilha. Quem experimenta o dog sledding pode ir na cadeira, sendo guiado pelo musher ou tentar guiar o trenó, o que exige bom condicionamento físico e habilidade.

No Kinadapt, quem chega para fazer o passeio, com custo a partir de 99 CAD (dólares canadenses) por pessoa, faz uma sessão introdutória para saber como surgiu o esporte, a importância econômica do dog sledding como meio de transporte e como turismo de aventura e o comportamento dos cachorros. “Os huskies são cães amáveis, mas devemos respeitar algumas regras como jamais olhar diretamente no olhos ou puxar o rabo. Os turistas tendem a ficar um pouco hipnotizados pelos olhos azuis e isso pode irritar os cães.  Ninguém obriga os cães a correr. Eles correm porque se divertem, amam a neve e faz parte da natureza deles. Temos veterinários e comida. balanceada. “O trenó com cachorros é parte da história do Canadá”, explica Peter W. Boutin, kinesiologista e diretor do Kinadapt. Para saber mais informações sobre os trenós com cachorros, consulte o site do Quebec Adventures: https://www.aventurequebec.ca.

Imagem / Fonte: Kinadapt.

Volto em breve com mais dicas de lazer e turismo do Canadá!

Rosane Rodrigues ‒ Jornalista com mestrado em Relações Internacionais e especialização em Economia, pela Fundação Getúlio Vargas. Atuou na TVE (atual EBC), TV Record, Rede TV, consultora de Educação Internacional. Rosane faz parte do time de embaixadores do Language Portal of Canada, do time dos Embaixadores de Montreal e é também secretaria de Comunicação do Conselho de Cidadania junto ao Consulado -Geral do Brasil em Montreal.
E-mail: editorial@riofiqueligado.com.br.  Instagram: @rosanerodriguesbrasil