Count

Carboidrato, sim!

coluna1

Para você que decidiu, hoje, mudar seus hábitos alimentares por conta própria

Sugiro que não seja radical demais. Não invente hábitos fora de suas condições financeiras e sociais. Seguir dietas da moda, sem auxílio de um profissional, nem pensar!

O que vemos atualmente são escolhas por alimentos ditos “milagrosos” e/ou retiradas de algum nutriente específico tido como vilão, caso dos carboidratos.

Dietas com extinção ou baixíssima ingestão de carboidratos podem levar ao estresse físico e mental.  Os carboidratos são macronutrientes (nutrientes que necessitam ser quebrados para serem absorvidos) encontrados em quase todos os alimentos e nas mais variadas quantidades, com exceção das carnes bovinas, suína, peixes e frango, dos óleos vegetais e de alguns queijos, como gorgonzola e ricota.

A principal função dos carboidratos na alimentação é a produção de energia. O carboidrato absorvido de uma batata cozida, por exemplo, é conhecido como amido. Esse amido é quebrado na digestão em substâncias menores chamadas de glicose. Glicose é uma substância que pode ser absorvida por nosso organismo e ganhar a corrente sanguínea. O organismo, por seu lado, possui diversos tecidos/órgãos dependentes de glicose, ou seja, precisam dela para funcionar, a exemplo do cérebro e das hemácias.

snack-1022851_1280Toda essa teoria serve para mostrar a vocês a importância dos carboidratos e de uma dieta adequada, sem o radicalismo do “zero carboidrato”. Até porque, para uma dieta “zero carboidrato” acontecer, o indivíduo teria que se alimentar apenas de carnes, alguns queijos e óleos vegetais, o que possibilitaria um aumento de seus triglicérides sanguíneos e deposição de gordura corporal, visto tais alimentos serem fontes de gordura.

Se deseja iniciar as modificações dos hábitos alimentares, comece restringindo e/ou retirando as fontes de gordura ruim (gorduras saturadas e trans), comuns em alimentos de fonte animal, tais quais linguiça, bacon, capas de gordura, banhas e manteiga. Retire também o excesso de alimentos ricos em carboidratos e açúcares: pães recheados e confeitados, o próprio açúcar branco, doces muito açucarados, refrigerantes, frituras em geral, biscoitos recheados, massas carregadas de molho e queijos gordurosos.

E, como apelo, não retirem o jantar ou o glúten. Eles não são vilões. O último torna-se um vilão no caso de doentes celíacos, tema de nossa próxima abordagem.

Ariana Franco Miranda – CRN 408102063
E-mail: editorial@riofiqueligado.com.br

Atendimento às sextas-feiras no Studio de Pilates
Rua República do Líbano, 61 ─ sala 917/1.015 ─ Centro ─ Rio de Janeiro ─ RJ
21 3048-6852 / 24  99837-7410 (WhatsApp)