Count

“Novos Baianos F.C.” (1973) e “Novos Baianos” (1974) são relançados pela Warner/Polysom

novosbaianos

Mais de quarenta anos após seu lançamento, estão de volta ao mercado fonográfico dois importantes trabalhos dos Novos Baianos: Novos Baianos F.C. (1973) e Novos Baianos (1974). Os álbuns fazem parte da coleção Clássicos em Vinil, uma realização da Polysom em parceria com a Warner. Essa mesma coleção relançou também os dois primeiros álbuns do grupo, É Ferro na Boneca (1970) e Acabou Chorare (1972), além do compacto duplo homônimo (1971).

Lançado em 1973, Novos Baianos F.C., gravado em um sítio em Jacarepaguá, é o terceiro disco dos Novos Baianos e traz 10 faixas inéditas, com exceção de Samba da Minha Terra, de Dorival Caymmi. Entre as músicas estão Sorrir e Cantar Como Bahia, Vagabundo não é Fácil, Os Pingos da Chuva e as instrumentais Alimente” e Dagmar.

Já Novos Baianos é o último projeto do grupo com Moraes Moreira. Também gravado em um sítio, mas no interior de São Paulo, o disco traz nove canções. Entre elas estão Alunte, Eu Sou o Caso Deles, Fala Tamborim, Reis da Bola e Ao Poeta, esta uma brincadeira com o nome da filha de Pepeu Gomes e Baby Consuelo, Riroca. Ainda, eles registraram sua versão para Isabel (Bebel), de João Gilberto.