“Nefelitabo” em cartaz na Cidade das Artes

Imagem: © Ricardo Barjterman / Divulgação.

O espetáculo Nefelitabo segue em cartaz na Cidade das Artes, Barra da Tijuca, até 26 de agosto. Com texto de Escrito por Regiana Antonini, direção de Fernando Philbert e supervisão de Amir Haddad, a montagem ‒ encenada por Luiz Machado e montada pela primeira vez em 2016 ‒ conta a história de Angelo, uma das vítimas do confisco de cadernetas do plano econômico do Governo Collor no início da década de 1990. Com muitos brasileiros, Angelo foi levado ao desespero e à bancarrota: perdeu seu negócio (uma agência de viagens), um ente querido e um grande amor. Isso tudo o leva a perambular pelas ruas.

O quanto de loucura é necessário para o ser humano não perder a própria vida? Essa pergunta perseguiu o diretor Fernando Philbert ao longo do processo da montagem. Anderson é alguém que vive situações limite.  Um equilibrista no fio tênue entre lucidez e  loucura, vida e poesia.

 “Quis tratar do instinto de sobrevivência que o ser humano tem e que ele esquece que tem”, salienta o diretor antes de chamar a atenção para um certo grau de consciência que o personagem tem de sua condição: “Para anão se matar ou matar alguém ele vai para a rua. Viver na rua é o caminho que ele encontrou para continuar vivo”, afirma o diretor.

Temporada: 4 a 26 de agosto.

Dias e horário: Sábado ‒ 20h / Domingo ‒ 19h.

Entrada: R$ 40 (inteira) / R$ 20 (meia).

Duração: 60 minutos.

Classificação: 14 anos.

Capacidade: 120 lugares.

Cidade das Artes Sala Eletroacústica
Avenida das Américas, 5300
Barra da Tijuca ‒ Rio de Janeiro / RJ
Tel.: 21 3325 0102