Count

Mostra de cinema na Caixa Cultural Rio de Janeiro destaca o papel da mulher na sociedade indiana

Imagem: “Uma mulher e dois homens” (2008), de Adoor Gopalakrishnan.

A Caixa Cultural Rio de Janeiro exibe, de 21 de março a 2 de abril, a mostra de filme indiano Devi: Mulher em Cena. São 12 filmes das últimas três décadas, produções de diversas regiões do país, sobre o papel da mulher da Índia.

A mostra, que destaca obras dirigidas por mulheres e o cinema autoral,  visa revelar as diferentes facetas dentro de uma sociedade complexa e diversa, que caminha entre tradições milenares e estilo de vida moderno e global.

Retratando uma tradição milenar de culto ao feminino, mas que atualmente vem enfrentando contradições ao expor ações de misoginia, os filmes da mostra apresentam uma provocante reflexão sobre qual a condição da mulher no século XXI. Entre os destaques da programação, estão o recente filme de Bollywood, Pink (2016), de Aniruddha Roy Chouwdhury; Uma mulher e dois homens (2008), de Adoor Gopalakrishnan, um dos mestres do cinema indiano autoral; Gulabi Gang (2012), de Nishtha Jain, que retrata a luta de um grupo ativista que combate a violência contra a mulher na Índia.

Imagem: “Pink” (2016), de Aniruddha Roy Chowdhury.

“Selecionei filmes com temas que passeiam por questões pertinentes ao universo feminino e seus desafios atuais. A Índia é um país que apresenta uma estrutura social complexa, que tenta alinhar padrões tradicionais e modernos, tornando-se uma nação curiosa e que tem sido fonte de estudos e reflexões”, comenta a curadora Carina Bini. “O cinema é um forte elemento que compõe esse espectro social e cultural. Os indianos consomem seu próprio cinema, que traz suas histórias, desejos e aflições para as telas das milhares de salas do país, e as produções acabam construindo um imaginário de forte influência para a sociedade”, complementa.

Atividades extras

Dança e música

► Dia 21 de março (terça) ― 17h ― Apresentação de dança indiana Mohiniattan, com Ludymilla Van Lameren, na sala de cinema.

► Dia 25 de março (sábado) ― 15h30min ― Apresentação de dança indiana Kathak pela dançarina Patrícia Travassos. Entrada franca.

► Dia 1º de abril (sábado) ― 16h ― Concerto de música indiana com o músico Jean Cristophe Aveline. Entrada franca.

Debates 

► Dia 23 de março (quinta) ― 19h ― A mulher na sociedade indiana do século XXI, com a curadora Carina Bini, a professora de vedanta e sânscrito Glória Arieira e a cineasta Marina Gante. Entrada franca.

► Dia 30 de março (quinta) ― 19h ― O olhar feminino no cinema indiano, com Carina Bini, curadora da mostra; Marina Costin, pesquisadora que faz parte do Coletivo Elviras de críticas de cinema, mais Lucia Murat, cineasta. Entrada franca.

Programação completa

► Dia 21 de março (terça)

  • 17h ― Apresentação de dança indiana Mohiniattan. Com Ludymilla Van Lameren.
  • 18h ― Margarita com um canudo (2014), de Shonali Bose, 140min, 16 anos.

► Dia 22 de março (quarta)

  • 16h ― Dharma (2007), de Bhavna Talwar, 105min, 14 anos.
  • 18h ― Gulabi Gang (2012), de Nishtha Jain, 96min, 14 anos.

► Dia 23 de março (quinta)

  • 16h ― Índia, my love story (2016), de Carina Bini, 23min, Livre.  Devoto (2010), de Marina Gante, 70min, Livre.
  • 18h ― DebateA mulher na sociedade indiana do século XXI. Com Carina Bini, Glória Arieira e Marina Gante.

► Dia 24 de março (sexta)

  • 16h ― Caminho do Silêncio (2012), de Manju Bohra, 90min, Livre.
  • 18h ― Uma mulher e dois homens (2008), de Adoor Gopalakrishnan, 115min, 14 anos.

Dia 25 de março (sábado)

  • 15h30min ― Apresentação de dança indiana Kathak. Com Patrícia Travassos. (Foyer)
  • 16h30min ― A menina e a coruja (2015), de Manju Bohra, 78min, Livre
  • 18h30min ― Margarita com um canudo (2014), de Shonali Bose, 140min, 16 anos.

► Dia 26 de março (domingo)

  • 15h30min ― Assim seja (2014), de Sumitra Bhave e Sunil Sukhtankar, 135min, Livre.
  • 18h ― Pink (2016), de Aniruddha Roy Chowdhury, 136min, 14 anos.

► Dia 28 de março (terça)

  • 17h ― Lakshmi and me (2007), de Nishtha Jain, 59min, 12 anos.
  • 18h30min ― A menina e a coruja (2015), de Manju Bohra, 78min, Livre.

► Dia 29 de março (quarta)

  • 17h ― Caminho do Silêncio (2012), de Manju Bohra, 90min, Livre.
  • 19h ― Gulabi Gang (2012), de Nishtha Jain, 96min, 14 anos.

► Dia 30 de março (quinta)

  • 15h30min ― Água (2005), de Deepa Mehta, 114min, 14 anos.
  • 18h ― DebateO olhar feminino no cinema indiano. Com Carina Bini, Marina Costin e Lucia Murat.

► Dia 31 de março (sexta)

  • 15h30min ― Pink (2016), de Aniruddha Roy Chowdhury, 136min, 14 anos.
  • 18h30min ― Assim seja (2014), de Sumitra Bhave e Sunil Sukhtankar, 135min, Livre.

► Dia 1º de abril (sábado)

  • 16h ― Apresentação de música indiana. Com Jean Cristophe Aveline. (Foyer)
  • 17h ― Lakshmi and me (2007), de Nishtha Jain, 59min, 12 anos.
  • 18h30min ― Uma mulher e dois homens (2008), de Adoor Gopalakrishnan, 115min, 14 anos.

► Dia 2 de abril (domingo)

  • 16h ― Água (2005), de Deepa Mehta, 114min, 14 anos.
  • 18h30min ― Dharma (2007), de Bhavna Talwar, 105min, 14 anos.

Entrada: R$ 4 (inteira) / R$ 2 (meia: incluindo clientes Caixa)

Bilheteria: terça a domingo — 10h às 20h.

Acesso para pessoas com deficiência.

Caixa Cultural Rio de Janeiro ― Teatro de Arena
Av. Almirante Barroso, 25 ― Centro ― Rio de Janeiro
(Metrô: Estação Carioca)
Tel.: 21 3980-3815