Count

“Gravidade Zero”, livro de poesias de Alexandre Guarnieri, homenageia David Bowie

Foi lançado recentemente Gravidade Zero, novo  livro de poemas de Alexandre Guarnieri . Uma publicação da Editora Penalux, o mais recente trabalho do escritor, ganhador do Prêmio Jabuti 2015, é um tributo ao consagrado cantor inglês David Bowie .

Segundo Alexandre, o livro fala de um astronauta perdido que decide escrever poemas sobre o que pode testemunhar em sua viagem pelo espaço e o sentido da vida que deixou para trás na Terra.

“Minha inspiração veio das sessões de cinema de ficção científica e audições das músicas de Bowie, falecido há um ano, e de outros artistas”, afirma.

O poeta conta que ficou tão imerso nas músicas de Bowie que no final do livro indica as músicas que mais o inspiraram na escrita dos poemas e na ambiência do tema.

“Sinto que Gravidade Zero é a conclusão de uma trilogia composta por Casa de Máquinas e Corpo de Festim. Da máquina ao homem. E de volta à máquina para lançar o homem o mais longe possível, para além de toda a familiaridade, sozinho”, comenta o poeta.

O livro tem 150 páginas e se encontra à venda pelo valor de 45 reais.

Sobre o autor

Carioca, nascido em 1974, Guarnieri é historiador da arte e mestre em tecnologia da imagem. Iniciou, a partir de 1993, sua participação em  eventos de poesia falada no Rio de Janeiro. Publicou seu primeiro livro, Casa das máquinas (Editora da Palavra), em 2011. É um dos editores da revista eletrônica Mallarmargens.

 Em 2015, foi vencedor do Prêmio Jabuti com o livro Corpo de Festin. Além disso, conquistou, em 2003, os prêmios Yêda Schmaltz, oferecido pela União Brasileira de Escritores, Seção Goiás,  e Marco Lucchesi, oferecido pelo Jornal Panorama da Palavra, do Rio de Janeiro.