Cuidados na gravidez

Olá, pessoal! Esta semana não poderia falar de outro assunto que não fosse algo relacionado às futuras mamães: os cuidados na gravidez. Pois é, ser mãe é uma dádiva que também requer cuidados, não só com a vidinha que estamos carregando, mas conosco também.

Antes, um lembrete: As dicas e conselhos aqui citados não substituem o parecer do seu médico, ok? Então, vamos lá”

A pele é um dos órgãos que mais sofrem alterações durante a gestação. É frequente a mulher sentir a pele mais seca do que o normal devido aos elevados níveis de progesterona.

A pigmentação da pele tende a mudar durante o período gestacional; o corpo torna-se mais quente, fazendo com que as grávidas transpirem mais (daí que é bom evitados banhos mornos e saunas); as unhas e os cabelos crescem mais rapidamente do que o normal.

► Manchas na pele — Algumas grávidas podem apresentar manchas escuras na pele do rosto durante a gestação. Isso acontece por causa de um melasma, máscara gravídica que surge da alteração do hormônio regulador da pigmentação. Para prevenir, tenha sempre um protetor solar em mãos, devendo usá-lo até mesmo em dias nublados.

► Cabelos — A ação dos hormônios durante o período gestacional também tem efeito sobre os cabelos. Podem ocorrer modificações na textura. Por exemplo, cabelos crespos podem tornar-se lisos, ou vice e versa. Na maioria das vezes, os cabelo ficam mais abundantes. Agora, após o nascimento, é comum uma queda excessiva e o crescimento mais lento. Trata-se, contudo, de um processo normal e reversível. Portanto, muita calma nessa hora!

► Varizes — Podem surgir durante a gravidez por causa da compressão, causada pelo bebê, dos vasos abdominais, dificultando o retorno venoso e, consequentemente, a circulação do sangue nas pernas, o que provoca uma dilatação das veias nessa região.

O modo mais eficiente de evitar o surgimento das varizes é usar meias de descanso nos primeiros cinco meses e de média compressão até o final da gravidez. Além disso, recomenda-se evitar ficar em pé por longos períodos, não sentar com as pernas cruzadas, manter o peso estipulado pelo seu médico, tentar dormir com as pernas elevadas.

► Estrias — Um dos maiores temores de toda grávida, sem dúvida, são as estrias. Na maioria das vezes, elas estão ligadas a uma questão de hereditariedade, aumento de peso etc. O que ocorre é que a pele é esticada além do limite de elasticidade e acaba por se romper, surgindo linhas.

Abdômen, mamas, nádegas e coxas são as áreas mais comuns para o aparecimento das estrias. Uma boa alimentação, acompanhamento pré-natal adequado e uso diário de hidratantes e óleos de boa qualidade devem estar no topo dos cuidados de toda grávida. Prefira cremes emolientes ou óleos com alto nível de lipídios. É que eles têm a capacidade de absorver e reter a umidade na epiderme.

Os melhores óleos, e liberados para as gravidinhas, são: o famoso óleo de amêndoas, óleo de cupuaçu, óleo de semente de uva e o Bio Oil, que, na minha opinião, é ótimo não só para as  gestantes.

► Celulite — Em se tratando de celulite, ocorre uma alteração hormonal no organismo durante a gestação, incluindo o aumento de estrogênio, que que provoca retenção de líquidos.

Praticar exercícios físicos leves, como natação, caminhadas ou mesmo ginastica suave, é o recomendado. Massoterapia também é eficiente nesse caso. Em relação ao uso de creme para o problema, por favor, consulte seu médico, pois nem todos os componentes contidos no creme são indicados para grávidas.

Espero que gostem. Um grande beijo e um Feliz Dia da Mães!


Renata Rodrigues 
Carioca apaixonada por cosméticos e maquiagens. Sempre antenada na área, está sempre em busca de mais conhecimento e aprendizado em mídias especializadas para compartilhar com seus leitores .
E-mail: editorial@riofiqueligado.com.br. Instagram: @eurerodrigues.