Count

Benefícios da alquimia taoista para as práticas do tantra

Imagem: arquivo pessoal

Em minha prática como terapeuta vibracional tântrico e instrutor de Tai Chi Chuan e exercícios terapêuticos taoistas, verifiquei uma grande semelhança de objetivos e métodos existentes entre as práticas propostas pelos mestres do tantra e pelos mestres taoistas. Além disso, observei especificamente que a prática de determinados tipos de exercícios taoistas, como os Exercícios Taoistas das Montanhas Huashan, contribuía de forma bastante efetiva para a potencialização dos resultados e benefícios objetivados pelas diversas práticas do tantra, incluindo meditações, exercícios respiratórios, visualizações e as diversas formas de massagem tântrica.

Os Exercícios Taoistas das Montanhas Huashan constituem uma antiga forma de alquimia taoista e terapia corporal vibracional composta basicamente por duas sequências complementares de movimentos energéticos e automassagens muito eficazes para prevenir diversas doenças cardíacas e ósseas, bem como desequilíbrios energéticos relacionados aos órgãos sexuais. Essa modalidade de exercício terapêutico vibracional tem o objetivo de estimular a circulação sanguínea e energética por meio de movimentos leves concentrados ao redor da área do Xiadam (região pélvica e glândulas sexuais), reforçando as funções desse sistema e gerando uma série de mudanças físicas e energéticas importantes para o desenvolvimento de uma saúde mais vigorosa e de melhor qualidade de vida.

Tais exercícios eram tradicionalmente praticados em segredo pelos monges taoistas de um local conhecido como Setor Totalmente Verídico da Escola das Montanhas Huashan. Eles foram desenvolvidos através da assimilação da teoria da medicina tradicional chinesa em combinação com diversos estudos realizados por especialistas na área de saúde durante centenas de anos.

Na China feudal, a família imperial pagava regiamente pelos ensinamentos dos taoistas de Huashan, pois os membros da corte queriam levar vidas dissolutas e preservar a saúde ao mesmo tempo. Devido a sua grande eficácia e ao enorme sucesso relatado pelos imperadores e seus familiares, os exercícios de Huashan passaram a ser chamados no palácio imperial de “exercícios para longa vida”, sendo então considerados  a verdadeira herança monástica dos mestres taoistas das Montanhas Huashan.

A prática regular desses exercícios promove o aumento gradual da capacidade de captação da energia adquirida ou energia externa (energia adquirida do meio ambiente) e a consequente preservação da Essência (Jing) da vitalidade ou Energia Ancestral (Yuan Qi) de cada indivíduo.  Esses dois fenômenos explicam como a técnica pode ser considerada um método eficaz para proteger a raiz da vitalidade do homem e possibilitar que ele alcance a longevidade em plena forma física e saúde mental.

Os exercícios de Huashan são considerados excelentes para regularizar e fortalecer as funções sexuais. Nos homens, reforçam a produção do sêmen, desenvolvendo a habilidade para controlar a ejaculação, de modo a reabsorver o excesso de sêmen e empregá-lo para nutrir o cérebro e a energia vital — o que está de acordo com a teoria da medicina tradicional chinesa.

Durante a prática, os movimentos podem estimular os mecanismos biológicos para promover a produção do sêmen e reforçar a saúde e o bom funcionamento dos órgãos sexuais, fortalecendo, ao mesmo tempo, o controle subjetivo dos impulsos sexuais. Todos os que sofrem com disfunções sexuais como ejaculações precoces, poluções noturnas e dificuldades para controlar e manter ereções geralmente encontram grandes benefícios com a prática regular desses exercícios.

Mesmo aqueles que não possuem tais problemas relatam melhorar muito em relação ao controle da ejaculação e à manutenção da ereção por períodos cada vez maiores durante o ato sexual, favorecendo o desenvolvimento da capacidade de experimentação de orgasmos secos (sem ejaculação), como é sugerido e orientado por muitos mestres taoistas e tântricos.

Para as mulheres, os exercícios de Huashan atuam promovendo o fortalecimento dos músculos vaginais e do assoalho pélvico, assim possibilitando que, com o tempo, venham a atingir orgasmos muito mais rapidamente e em intensidades crescentes, com maior qualidade. Razões explicitamente biológicas para perturbações na vida sexual podem ser prevenidas ou tratadas com a prática regular dos exercícios.

Os exercícios promovem os mesmos resultados que algumas práticas tântricas. Exemplificando, os exercícios de Huashan preparam o corpo para que a meditação Kundalini tenha um efeito potencializado, assim como as massagens.

Para finalizar, vale lembrar que o ideal para uma abordagem terapêutica mais rápida e eficaz é agregar os métodos.

Até a próxima quinzena!

Alexandre Bastos (Shanti Prem)
Email: editorial@riofiqueligado.com.br
Instagram Alexandre: @alexandrebastosluiz