Count

Tem cerveja artesanal brasileira no Mondial de la Bière 2017 de Montreal!

O Mondial de la Bière 2017  é um dos mais importantes festivais de cervejas do planeta. O tradicional evento ocorre no Canadá desde 1994 e transforma Montreal em endereço certo para quem gosta ou produz cervejas. Neste ano, entre 14 e 18 de junho, em uma imensa área do Palais des Congrès, um centro de convenções no centro da cidade, estarão disponíveis 529 bebidas diferentes para degustação, de 90 cervejarias, sendo 38 da região de Quebec e três do Brasil.  As nossas brazucas são a Cervejaria Colorado, de Ribeirão Preto, em São Paulo, e W*Kattz Cervejaria  e a Cervejaria Lhama Loca, do Rio de Janeiro.

O Mondial é uma oportunidade para conhecer as produções artesanais, que são feitas em cervejarias de pequeno e médio portes como a W*Kattz. O arquiteto Luiz Winter e o sócio Humberto Gatto fundaram a casa em 2015 e acertaram em cheio em um público que busca originalidade.  Em Montreal, a W*Kattz irá oferecer aos mais de 160 mil visitantes previstos para a maratona alcoólica quatro rótulos, entre os quais a  Saison Ale, cerveja no estilo belga com graduação alcólica de 6,8%, e a Se7e Vidas, bebida com teor de 7% de álcool e aroma de lima-limão.

Misturas inusitadas, como cerveja com rapadura queimada,  são o carro-chefe da Cervejaria Colorado.  Os paulistas irão mostrar cinco rótulos com graduações entre 4,2 % e 10,5% de álcool. A Ithaca, que é a cerveja com rapadura, pode ser dosada com carnes de caça e sobremesas. A ideia é experimentar sem medo a consagrada cerveja, que, entre vários prêmios, ganhou a medalha de ouro do Mondial de la Bière em 2013.  Já na degustação da carioca Lhama Loca, os frequentadores poderão conferir a  Irish Red Ale, com 4,9% de teor alcoólico, e Witbier, com 5%.

Para participar do festival, é preciso ter mais de 18 anos. A entrada é franca. Os cupons de degustação custam 1 dólar e os cervejeiros ganham um copo de brinde. Além de conhecer uma infinidade de cervejas de várias partes do mundo, quem for ao festival poderá assistir a palestras sobre produção em escala e artesanal, técnicas de fermentação e mercado consumidor; fazer visitas guiadas, conferir os workshops de harmonização gastronômica  e também curtir shows e muita música. Ademais, um júri formado por especialistas irá eleger as melhores cervejas do evento. Em 2016, os artesãos da Cervejaria 3Cariocas  voltaram para o Brasil com a medalha de ouro pela Belgian-Indian Strong Dark Ale, um cerveja forte e envelhecida em barril de carvalho.

Se você ficou com água na boca e não se encontra no Canadá, não tem problema.  O Mondial de la Bière do Rio de Janeiro  irá acontecer entre os dias 11 e 15 de outubro no Pier Mauá.

Volto em breve com mais dicas de lazer e cultura do Canadá!


Rosane Rodrigues –
Jornalista com mestrado em Relações Internacionais e especialização em Economia, pela Fundação Getulio Vargas. Atuou na TVE (atual EBC), TV Record, Rede TV, SBT, TV Justiça e Agence France-Presse. Foi assessora de imprensa do Rio Fique Ligado por cinco anos, em sua fase blog. Atualmente, mora em Montreal, no Canadá, onde trabalha como assessora de imprensa/consultora internacional da  BLI, escola internacional de idiomas, e faz parte do time de embaixadores do Language Portal of Canada.
E-mail: editorial@riofiqueligado.com.br.  Instagram: @rosanerodriguesbrasil.