Tratamento caseiro contra estrias

 

estrias

Olá, pessoal! Esta semana vamos falar das temíveis e desagradáveis estrias. Resultantes de um estiramento excessivo da pele, aquelas marcas (rosadas ou da cor da pele quando recentes ou esbranquiçadas em sua fase tardia) podem aparecer em várias partes do corpo. Nádegas, coxas, abdômen, costas, seios, pernas, barriga, braços, não existe lugar proibido para elas… nem sexo. Homens também são vítimas do  problema.

Mas, afinal, o que são estrias?

Woman applying stretch marks cream, midsectionSegundo dermatologistas, as estrias são causadas pela distensão excessiva ou abrupta da pele, o que acarreta uma inflamação e posterior rompimento das fibras elásticas e colágenas. Fazendo uso do bom e popular português, surgem em consequência da ruptura de uma pele muito “esticada”.

São inúmeros os fatores que desencadeiam o aparecimento dessas marcas. Podemos citar: ganho e perda  rápida e/ou frequente de peso, gravidez (aumento de peso e alterações hormonais), crescimento acelerado (caso dos adolescentes), exercícios físicos exagerados (aumento excessivo dos músculos), exposição ao sol (ressecamento da pele e consequente enfraquecimento de suas fibras), colocação de expansores sob a pele ou próteses, uso prolongado de corticosteroides (tópicos, orais ou injetáveis) e anorexia nervosa.

Prevenção

O tratamento mais eficaz para evitar o rompimento da pele continua sendo mantê-la hidratada. É recomendável o uso de cremes e óleos hidratantes após o banho, momento em que a pele os absorve mais facilmente.  Nessa linha, ganham destaque produtos à base de ureia e também óleos de semente de uva e de amêndoas, devido ao seu alto poder de hidratação.

Tratamento

estriasvermelhasExistem atualmente diversos procedimentos no mercado para amenizar as marcas de estrias na pele, a exemplo do laser, da luz pulsada e do peeling, que podem ser realizados isolada ou conjuntamente. Especialistas sugerem que sejam iniciados logo que o problema apareça, ou seja, quando as estrias ainda se encontram na fase rosada.  Por fim, um aviso: é imprescindível a orientação de um bom profissional para iniciar o tratamento.

Depois dessas informações básicas, uma receita para amenizar esse problema e que pode ser feita em casa. Vamos aprender?

Do que você vai precisar:

  • 1 lata de creme Nívea  latinha azul)
  • 1 tubo de Hipoglós
  • 1 ampola de Arovit (vitamina A)
  • 1 vidro de óleo de amêndoas

 Modo de fazer:

Misture todos os ingredientes, armazenando-os em um pote limpo com tampa. Mantenha o pote na geladeira, utilizando a mistura todos os dias, em todas as áreas da pele afetadas.

Por que dá certo?

Creme Nivea: Sua fórmula contém alto teor de glicerina e Eucerit, um ingrediente exclusivo da marca e  hidratante natural para a pele. cramesPossui alto nível de hidratação e não é comedogênico, ou seja, não obstrui os poros, podendo ser utilizado em todas as partes do corpo e do rosto.

Hipoglós: É a forma da Vitamina A mais pura. Estimula a produção das fibras de colágeno e elastina que dão sustentação à pele. Possui também vitamina D e óleo de fígado de bacalhau (substância que contém propriedades anti-inflamatórias).

Arovit: Sob a forma de vitamina A oxidada ou palmitato de retinol (micronutriente da vitamina A), aumenta a firmeza da pele.

Óleo de amêndoas: Por proteger a pele contra a perda de água, contribui para deixá-la mais macia e hidratada, além de  menos propensa a agressões externas, como vento, frio e baixa umidade do ar ambiente. É justamente a maior elasticidade da pele decorrente da hidratação que faz desse óleo um produto eficaz contra as estrias.

Espero que gostem. Um grande beijo e até a próxima semana!

Renata Rodrigues
E-mail: editorial@riofiqueligado.com.br
Instagram: @eurerodrigues