Como tratar axilas escuras em casa

axilas1

Olá, pessoal! Há diversas razões para a pele das axilas escurecerem. Uma delas pode ser sua própria genética. Porém, as causas mais frequentes vão desde o uso inadequado de desodorantes, o acumulo de células mortas, alterações hormonais, até a depilação com lâminas.

Quando as axilas são depiladas, a pele se irrita. Assim, essas pequenas lesões vão cicatrizando e produzindo manchas de cor escura.

Alguns desodorantes contêm álcool e isso produz dois problemas. Primeiro, ajuda a fixar as células mortas. Segundo, queima, deixando a pele escurecida.

Há diversos tratamentos estéticos no mercado hoje em dia: depilação a laser, peeling físico, peeling químico clareador etc.depilaçãocera

Recomendo depilar as axilas com cera, pois duram mais tempo e evita o uso contínuo da lâmina, o que acaba com a pele.

Usar desodorante sem álcool também é recomendável. Durante o banho, aconselho o uso de uma bucha vegetal para retirar os restos de desodorante acumulados.

Trouxe uma receita que ajudará bastante a combater essas manchas e também evitá-las. Mas já deixo um aviso:

Toda receita caseira requer disciplina e paciência ao usar.
Não é do dia para a noite, ok?

Do que você vai precisar:

  • 1 colher (sopa) de amido de milho (maisena, por exemplo)
  • 1 ½ xícara de leite
  • 1 colher (sopa) de mel

Modo de fazer:

► Mismaisenature todos os ingredientes e coloque a mistura no fogo. Mexa até formar um mingau. Deixe esfriar.

► Aplique a pasta nas áreas escuras. Deixe agir por 20 minutos. Após esse tempo, retire a máscara e passe um creme hidratante comum.

► Pode ser aplicado duas vezes por semana se sua pele já estiver manchada. Caso use para evitar, pode ser usado quinzenalmente.

Porque dá certo?

Amido de milho — Possui substâncias calmantes.

Mel — Possui ação cicatrizante, reduz impurezas e evita o aumento de bactérias. Ajuda a clarear e a prevenir manchas.

Leite — Contém ácido lático, que tem poderes clareadores.

Espero que gostem. um grande beijo e até a próxima!

Renata Rodrigues
E-mail: editorial@riofiqueligado.com.br